No dia da independência, descubra porque os gatos são tão independentes!

No dia da independência, descubra porque os gatos são tão independentes!

Na verdade, eles são autônomos e não precisam de nós tanto quanto os cachorros e podem fazer tudo por conta própria.

Sobretudo, se lhes damos a possibilidade de saírem de casa quando quiserem. Esse comportamento não significa falta de afeto ou de lealdade, porque também se comportam assim com seus donos. A verdade é que seu gato não está nem aí para você, confirma estudo. Pesquisadores ingleses confirmaram que os gatos não precisam dos humanos e não parecem sentir nenhuma falta deles.

Esses bichanos são tão independentes que não necessitam de ninguém para se sentirem seguros – mas isso não significa que não amem os donos. A análise, publicada em 4 set 2015 no periódico Plos One, revela que os gatos mostram pouco ou nenhum sinal de ansiedade ao verem os humanos partir, ao contrário do que acontece com os cachorros ou os bebês.

Para isso, os pesquisadores observaram a reações de 20 gatos domésticos ao serem colocados em um ambiente desconhecido inicialmente com seus donos, em seguida com estranhos ou sozinhos. Eles monitoraram a necessidade de contato e os níveis de stress causados pela ausência de humanos. Isso foi feito por meio de um teste desenvolvido para medir os vínculos entre bebês e seus cuidadores e que também é usado para verificar a relação entre animais de estimação e seus donos.

Ele analisa o grau dos “laços de segurança”, ou seja, o quanto o elo mais frágil da relação precisa do mais forte para se sentir protegido e seguro. Para crianças e cachorros esse grau é bastante elevado mas, em relação aos gatos, ele é praticamente inexistente. Os pesquisadores explicam que, apesar de serem independentes e não precisarem de seus donos, isso não quer dizer que não desenvolvam vínculos ou afeição por eles. Eles simplesmente não dependem dos humanos como um cão – ou um bebê.

O gato está substituindo o cachorro como animal de estimação “por excelência” na Europa e aqui no Brasil pesquisas recentes reforçam este resultado. Muitos acreditam que se deve ao fato que as pessoas passam várias horas fora de casa. Por não terem que se preocupar em levá-lo para passear ou alimentá-lo duas vezes por dia, os felinos limitam a quantidade de comida sem problemas, os casais jovens ou quem vive sozinho indicam que se trata do animal de estimação ideal.

Uma porcentagem muito baixa de gatos demonstra sinais de ansiedade quando são separados dos donos ou quando os mesmos saem de casa, o oposto do que acontece com os cães. O restante se mostra inclusive agradecido de ter “toda a casa para eles” durante várias horas todos os dias.

Entretanto, o fato de ser independente não exime o futuro dono de fazer algumas adaptações ao seu lar para o bem estar do bichano. É importante instalar redes de proteção nas janelas, supervisionar o animal quando ele estiver andando em muros ou locais muito altos além de providenciar um cantinho só dele, pois muitas vezes o gato precisa se isolar. Já que não precisam buscar no outro o refúgio ou a segurança, os gatos vivem mais “tranquilos” mesmo que os donos deles não estejam.

Os felinos podem enfrentar todo tipo de situações e desenvolvem relações sociais mais estreitas, com poucos indivíduos de sua confiança. No entanto, quando se encontram em um lugar desconhecido, não confiam em ninguém, nem sequer em seus donos. Isso ocorre porque aflora o instinto solitário de caçador nato presente neles. Por isso, quando os levamos ao veterinário, nas férias ou nos mudamos, ele pode se comportar de uma maneira estranha. Mas não confunda este comportamento com algo ruim, é apenas o jeitinho dele. E lembre-se de levar seu filhote ao veterinário ao menos 2 vezes ao ano.

E para incentivar você a criar este hábito, a PetDriver oferece nesse mês de setembro 15% de desconto em 8 corridas!

CUPOM:

MANIADEGATO

 

Fique conosco, pois nesse mês vamos publicar alguns artigos com dicas de como cuidar de quem você mais ama! S2

*Cupom válido até 30 de setembro de 2019, às 23:59h, em 8 corridas.

Fonte: https://canaldopet.ig.com.br/ & https://meusanimais.com.br/ & https://veja.abril.com.br/

Foto: Danny Trujillo em Unsplash

Add Your Comment