Cães de trabalho e suas Funções!

Cães de trabalho e suas Funções!

Quando você pensa em um cachorro o que vem a sua mente? A imagem de um belo cãozinho brincando com uma criança, ou um cãozinho sempre te seguindo na sala, na cozinha, nos quartos ou mesmo passeando em algum grande parque da cidade depois de um dia lindo de sol. No entanto, muitas raças são criadas especificamente para o trabalho por serem “Super cães”.

Cão de pastoreio

“A função básica do cão de pastoreio é o arrebanhamento (agrupamento), a condução e, em certos casos, a proteção do rebanho. Assim, podemos levá-lo a exercer essa função em diversas situações e ambientes, sempre visando a otimização do trabalho.”

“O cão precisa ser inteligente o suficiente para perceber a intenção de fuga ou ataque de cada animal para se antecipar ou bloquear com eficiência as atitudes indesejáveis e que viessem a por o trabalho ou a integridade do cão em risco.”

Algumas raças de cães de pastoreio:

  1. Border Collie
  2. Pastor Australiano
  3. Pastor Belga
  4. Pastor Alemão
  5. Boiadeiro Australiano

 

Cão guia

São os olhos e dão independência, auxiliam no trajeto, indicam obstáculos e dão mais segurança, eles favorecem a interação, já que muitas pessoas se aproximam para brincar e saber sobre o animal, porém ao encontrar um cão-guia na rua, evite desviar sua atenção com brincadeiras. Afinal, ele está trabalhando.

Raças de pequeno porte não são usadas, porque o animal precisa ter boa estrutura para vestir os arreios e conduzir a pessoa. A escolha das raças varia conforme cada país. Eles começam seus treinamentos ao longo do seu primeiro ano de vida.

Raças mais utilizadas como cães guias:

  1. Labrador
  2. Golden Retriever

O Dia Internacional do Cão Guia é comemorado anualmente na última quarta-feira de abril!


Cão policial

Os cães da PF por exemplo atuam em operações de barreira e fiscalização, em rodoviárias, portos, aeroportos, fronteiras, embarcações, além de serem utilizados em apoio às atividades de outros órgãos quando solicitado. O treinamento dos filhotes é iniciado depois dos 45 dias de vida quando começam a estimular alguns de seus instintos. A partir dos 60 dias começam a fazer o treinamento individual.  Que acontece até um ano e meio ou dois anos, quando os deixamos prontos para começarem o curso com a introdução de odores.

Após os cães treinados, é realizada uma segunda etapa: o treinamento do policial que vai atuar em dupla com o seu cão.

Os cães policiais recebem todo o tratamento necessário desde o nascimento até a sua aposentação. A partir dos sete anos o cão já pode se aposentar mas, para isso, são feitas avaliações físicas e técnicas para saber se ele está em condições de continuar trabalhando no canil da polícia.

Além do trabalho operacional, os cães também fazem visitas e palestras em escolas ajudando no trabalho de socialização de crianças.

Raças mais utilizadas como cães policiais:

  1. Labrador
  2. Pastor Alemão
  3. Pastor Belga Malinois

 

Cão bombeiro

“Bombeiros que trabalham com cães farejadores costumam dizer que um deles vale por 20 militares. Sua principal ferramenta é o olfato, capaz de detectar partículas imperceptíveis para os seres humanos, já que eles têm dez vezes mais receptores olfativos do que nós.”

Os animais são treinados para identificar odores específicos. O olfato canino detecta cheiros humanos emitidos de diversas formas, como células que se desprendem por minuto da pele de pessoas vivas, a transpiração e gases respiratórios ou a decomposição dos mortos.

Para conduzir um cão de busca e salvamento, militares também passam por um treinamento básico de adestramento. Aprendem os comandos mais comuns, alguns dados até em inglês – “sit”, deita, fica. Depois, pegam um filhote, que passa a ser de sua responsabilidade, e começam a treiná-lo. Cada bombeiro tem o seu.

Em seguida, desenvolvem com o cão treinamento para a atividade específica a ser exigida dele – identificar drogas, explosivos, pessoas. É importante que o treino seja o mais parecido possível com as situações reais.

O tempo que leva para um cão ser considerado formado depende da raça e do indivíduo. A carreira militar começa logo após o desmame, com alguns dias de vida. Em geral, com dois anos, um cão já trabalha. O bicho “se aposenta” com oito anos de efetivo serviço ou dez de idade.

Raças mais utilizadas como cães bombeiros:

  1. Labradores
  2. Border collies
  3. Pastor Belga Malinois
  4. Pastor Alemão

Fontes: Sítio São Miguel; nsctotal; fenapef; bbc.

Add Your Comment