10 coisas que os cães não gostam que você faça!

10 coisas que os cães não gostam que você faça!

Com a convivência diária e a proximidade cada vez maior entre cães e donos, é comum que ocorram alguns desentendimentos. Da mesma forma que ocorre entre os humanos, com os cães a má interpretação de sinais e gestos ou situações desagradáveis, podem fazer com que o vínculo de amizade e respeito seja quebrado, ou que situações ruins possam criar traumas psicológicos no animal. E para evitar que você faça o que não deve com o seu cão, contamos com as dicas do Ricardo Tamborini, que é adestrador e especialista em comportamento canino.

Image result for cachorro serio

#FalaRicardo

1º Encarar o cão:
Olhar nos olhos é um sinal de desafio no mundo animal. É através do olhar que os cães demonstram medo ou ameaça, e ao ficar por algum tempo encarando um cão sensível, você faz com que ele se sinta ameaçado, e situações repetitivas como essa farão com ele que se torne cada vez mais medroso. O contrário acontece com cães mais firmes e dominantes, que ao serem encarados podem revidar atacando e mordendo.

2º Abraçar o cão em excesso:
Nem todos os cães gostam de ser beijados e abraçados.  Os cães montam uns nos outros no intuito de subjugar aquele que está por baixo, e ao abraçar seu cão ele entente que está sendo testado e subjugado.

3º Beijar e falar:
Os cães lambem uns aos outros como forma de demonstrar submissão, e parte da comunicação deles é feita através da vocalização, latindo, rosnando ou chorando. Ao ficar de rostinho colado, falando e beijando o cão, ele pode interpretar esses sinais como excesso de submissão. Alguns irão tentar sair do colo a fim de evitar essa situação, mas em outros casos acabam mordendo seus donos pois ficaram muito incomodados.

4º Passear da forma errada:
Os passeios servem para mostrar ao cão, o que existe da porta de casa pra fora. Durante os passeios ele recebe diversos estímulos como sons, cheiros dos mais diversos tipos, e encontram pessoas e outros cães. Fazer o passeio com pressa, faz com que ele não tenha tempo para se acostumar a esses estímulos, e sendo assim, poderá nunca se acostumar com a presença de cães e pessoas desconhecidas.

5º Usar guias e coleiras erradas nos passeios:
Encontramos facilmente uma vasta linha de materiais de passeio, como coleiras de pescoço, peitoral e guias dos mais diversos tipos. Mas cada material tem uma finalidade, assim como cada cão necessita do material de passeio adequado ao tamanho e peso dele. Ao escolher o material inadequado ou não recomendado para o seu cão, ele pode puxar de mais durante os passeios, pode ficar incomodado pelo desconforto caso fique muito apertado, e também pode escapar se caso o material fique com folga no corpinho do seu cão.   

6º Deixar o cão de castigo:
Colocar o cão de castigo como se fosse uma criança, de nada adianta. Eles não compreendem o mundo da mesma forma que os nossos filhos. O castigo, só faz com que o cão acumule mais energia e fique ainda mais ansioso. Não é de se estranhar, que é comum os donos colocarem o cão de castigo, e quando voltam para retira-lo notam que ele destruiu muitas coisas onde ele estava.

7º Dar broncas na hora errada:
Cães são imediatistas, e a memória deles funciona como flash de uma máquina fotográfica. Eles fotogravam o momento, e através das repetições e também de experiências boas e ruins aprendem o que é certa e errado. Dar broncas minutos ou horas depois do cão ter errado, ou aprontando é completamente errado. Eles só compreendem as broncas, quando são dadas no momento em que estão fazendo algo errado.  Ficar brigando com o cão a todo momento, e principalmente tempos depois que ele errou, só fara com que tenha medo de você.

8º Cheiros muito fortes:
O olfato dos cães é muito mais apurado quando comparado ao dos humanos, e alguns são capazes de identificar uma gota de sangue em uma piscina olímpica por exemplo. É comum, cães com o olfato mais aguçado se sentir incomodado quando usamos perfumes muito forte, ou quando passamos perfume em todo o corpinho deles após darmos banho.

9º Sons muito altos:
Assim como o olfato, a audição dos cães é um sentido extremamente desenvolvido. Alguns cães são acometidos por má formação no labirinto do ouvido, e com isso sofrem de hipersensibilidade auditiva, e padecem ao ouvir sons como fogos de artifício, trovão e barulhos muito altos.

10º Falta de atividades:
Todos os cães independentemente da idade, tamanho, raça  precisam ter atividades constantemente. Passeios diários, brinquedos atrativos e principalmente a interação com os donos, fazem com que o cão fique física e mentalmente saudável. A falta de atividades, faz com que o cão fique muito entediado e isso pode causar diversos problemas comportamentais no animal. 

Para ver mais dicas animais, acesse nosso blog aqui.
Fonte: Ricardo Tamborini-Adestrador e Especialista em Comportamento Canino.
www.ricardotamborini.com.br

Add Your Comment